nº 449 - Contos Galácticos



Autor: James Blish
Título original: Galactic Cluster
1ª Edição: 1960
Publicado na Colecção Argonauta em 1994
Capa: A. Pedro
Tradução: António Porto 

Súmula - Foi apresentada no livro nº448 da Colecção, com a indicação de "Ler nas páginas seguintes a súmula do próximo volume da Colecção Argonauta":

James Blish é um dos autores de ficção-científica mais representados na Colecção Argonauta, e por muito boas razões: poucos como ele sabem aliar um estilo perfeito e profundo ao conhecimento do Homem e da Ciência, no passado e no presente, transpondo para o futuro os eternos problemas espirituais e materiais.
Se as suas novelas são magistrais, os seus contos não o são menos. Contos Galácticos, a versão portuguesa de Galactic Cluster, versam temas tão variados como a aventura de um piloto espacial que, ao experimentar uma nave a 22,4 vezes a velocidade da luz, encontra a pseudo-morte e uma estranha forma de amor perto de Alfa de Centauro, e a de um hábil agente que se infiltra num projecto altamente secreto e ameaça a existência dos trogloditas que são o que resta da nossa civilização. Histórias que mostram os perigos de um futuro em que os cientistas dominam tudo menos os piores instintos do Homem.

Contos publicados:

Tempo Normal - (pág. 7)

Uma Obra de Arte - (pág. 39)

As Despesas da Festa - (pág. 63)

Nem Barras de Ferro - (pág. 85)

Bip - (pág. 133) 

Este último conto serviu de bases ao romance O Xadrez do Tempo, publicado no nº438 da Colecção Argonauta. Remetemos o leitor assíduo para a leitura do "Prefácio Crítico" do Autor, incluído nesse volume, em particular para o que é dito no primeiro parágrafo da página nº10. (N. do T.)

Sem comentários:

Publicar um comentário