nº 116 - A Batalha no Vácuo



Autor: Charles Eric Maine
Título original: High Vacuum
1ª Edição: 1955
Publicado na Colecção Argonauta em 1967
Capa: Lima de Freitas
Tradução: Eurico da Fonseca

Súmula - foi apresentada no livro nº115 da Colecção, com a indicação de "Ler nas páginas seguintes a súmula do próximo volume da Colecção Argonauta":

Lua: a primeira équipe de terrestres que desce na sua superfície incorporava uma mulher. Nesse grupo de pioneiros, iam também todos os dramas dos homens. Uma avaria técnica coloca os primeiros habitantes da Lua numa situação excepcional, numa situação-limite. E, à beira do abismo principia a terrível batalha do vácuo, uma luta desesperada e sem quartel contra a morte - e que incluía a morte como condição da vitória.
A Batalha do Vácuo: o mais dramático dos romances de Ficção-Científica de todos os tempos, envolve o leitor num clima de suspense dificilmente suportável. Charles Eric Maine, o autor de Caminhos do Espaço, 2000: Ano de Terror, Projectado no Futuro e O Vírus Destruidor, constrói neste romance uma obra-prima que vai por certo obter o vivo sucesso dos seus romances anteriores. Um título para reter: A BATALHA DO VÁCUO.

Sem comentários:

Publicar um comentário