nº 520 - Os Caminhos das Estrelas



Autor: Poul Anderson
Título original: Star Ways
1ª Edição: 1956
Publicado na Colecção Argonauta em Dezembro 2000
Capa: António Pedro
Tradução: Alexandra Santos Tavares 

Súmula - foi apresentada no livro nº519 da Colecção, com a indicação de "Ler nas páginas seguintes a súmula do próximo volume da Colecção Argonauta":

Os Caminhos das Estrelas é a história de um futuro ainda longínquo, onde, como sempre, as descobertas da humanidade só fazem com que os homens se apercebam de como é enorme o espaço à sua volta e tão pequeno o domínio que verdadeiramente conhecem e controlam. Onde, embora a tecnologia tenha atingido um estado de perfeição nunca antes sonhado, os homens e as mulheres continuam, tal como os seus antepassados, a experimentar os sentimentos básicos do medo, da esperança, do amor e do ódio.
São três as personagens em torno das quais se desenvolve o enredo deste romance apaixonante.
Em primeiro lugar, Joachim, comandante de uma das naves galácticas dos Nómadas, a Peregrine, e líder do clã do mesmo nome - um clã formado pela tripulação da nave e pelas suas famílias. Sem vínculo que os ligue seja a que mundo for, os Nómadas passam a maior parte das suas vidas a bordo daquelas grandes naves, e são um povo semelhante aos ciganos, que há muito tempo atrás, trilharam os caminhos da Terra, ou aos Vikings que assolaram os seus mares, um povo diferente de todas as restantes sociedades humanas conhecidas.
Uma vez por ano, os comandantes das naves Nómadas costumam reunir-se num planeta secreto, para discutir e definir as regras e os acordos em que se baseia a existência do seu povo. E nesse ano, Joachim tem uma verdadeira bomba para comunicar aos companheiros. Cinco das suas naves desapareceram, numa zona do espaço que era suposta estar desabitada. E isso não podia ser um acidente.
Em segundo lugar, Trevelyan Micah, do serviço de coordenação terrestre, o núcleo central da civilização galáctica, uma vasta federação de planetas. Para Micah, os Nómadas não eram mais do que uma influência irresponsável e indisciplinadora que tinha de ser posta na ordem. De todos os pontos da galáxia, chegavam informações aos sobrecarregados computadores, já bem ultrapassados relativamente às necessidades de tratamento de dados. Mas agora uma nova directiva fora transmitida a Micah; acima de tudo era preciso investigar as causas do desaparecimento de um certo número de plantas e de animais em vários planetas onde essas formas de vida não poderiam ter surgido por si próprias; e contactar os Nómadas que tinham perdido algumas naves nessa mesma zona.
Finalmente Sean, membro do clã dos Peregrine, um jovem muito amargurado pela perda da sua mulher, que não suportara a dureza da vida Nómada. Um jovem que, no encontro anual dos comandantes das naves Nómada, encontrará a estranha e bela Llaloa, que, ou não era bem humana, ou era um pouco mais do que humana.
Assim começa esta aventura, que os há-de levar a descobrir aquilo que, quer Trevelyan Micah, quer Joachim, já suspeitavam; uma forma de vida desconhecida, inteligente, até então insuspeitada, avança deliberadamente para a galáxia e vai entrar em rota de colisão com a civilização humana.

Sem comentários:

Enviar um comentário