nº 141 - Terra Insólita 1



Autor: Clifford D. Simak
Título original: The Werewolf Principle
1ª Edição: 1967
Publicado na Colecção Argonauta em 1969
Capa: Lima de Freitas
Tradução: Eurico da Fonseca

Súmula - foi apresentada no livro nº140 da Colecção, com a indicação de "Ler nas páginas seguintes a súmula do próximo volume da Colecção Argonauta": 

Dividido em dois volumes por motivos  técnicos, "Terra Insólita" é uma das obras mais sedutoras e acutilantes de Clifford D. Simak, o grande escritor norte-americano de ficção-científica que foi dinstinguido com dois importantes prémios: o "International Fantasy Award 1953" e o "Hugo Award 1964". No presente romance, Simak dá livre curso à sua imaginação prodigiosa, colocando-nos perante uma situação emocionante: a da presença do homem numa "terra" onde tudo é "estranho". 

Introdução:

Vencedor do Prémio Hugo, graças à sua obra Estação de Trânsito, e do Prémio internacional de Fantasia, com As Cidades Mortas, Clifford Simak não é só um grande autor de ficção-científica - senhore de um estilo raro e belo, que nada fica a dever e antes seria de desejar que fosse visto com maior frequência nas obras da literatura clássica. É também um jornalista de renome, e um educador, especializado na elaboração de programas científicos.A
As suas obras são, por isso, sempre interessantes. A Terra Insólita que ele descreve nas páginas que se seguem - e que constituem a primeira parte desta obra, dividida por razões técnicas em dois volumes - é uma Terra fantástica, mas cientificamente possível; uma Terra em qeu as casas falam e voam, e tratam dos seus habitantes como uma mãe trata de um filho. Uma Terra em que os homens podem ser construídos e fabricados, como se fossem máquinas, mas sem que por isso deixem de pensar e sentir como os outros homens, ou mesm melhor do que eles.
Terra Insólita não é apenas o último livro de Clifford D. Simak. É a previsão de um mundo estranho, incrível - mas inteiramente possível.

Sem comentários:

Publicar um comentário