nº 220 - Médico Espacial


Autor: James White
Título original: Star Surgeon
1ª Edição: 1963
Publicado na Colecção Argonauta em 1975
Capa: Lima de Freitas
Tradução: Eurico da Fonseca


Súmula - Foi apresentada no livro nº219 da Colecção, com a indicação de "Ler nas páginas seguintes a súmula do próximo volume da Colecção Argonauta":

No Sector Doze da Galáxia, a meio caminho entre a periferia da galáxia-mãe e os sistemas densamente povoados da Grande Nuvem de Magalhães, havia o maior hospital de sempre. Centenas de ambientes diferentes tinham sido precisamente reproduzidos ali, qualquer extremo de calor, frio, pressão, gravidade, radiação, ou atmosfera necessário aos doentes e ao pessoal. Fora uma obra muito para além dos recursos de qualquer planeta, de modo que centenas de mundos tinham fabricado, cada um deles, as secções correspondentes, transportando-as depois para o local de montagem.
Hospital no Espaço, foi a obra nº214 publicada na Colecção Argonauta. Chegou agora o momenot de publicar a sequência dessa obra de James White. Sob o título Médico Espacial, descreve, com o mesmo vigor e extraordinário pormenor, o conflito de dois grupos em guerra - que querem usar como pedra do seu xadrez o gigantesco Hospital do Espaço. 

Introdução.

Uma das obras de ficção-científica que maior agrado suscitou no nosso público foi Hospital no Espaço - a descrição curiosa, empolgante e científica e técnicamente exacta dos problemas que um dia poderão surgir num grande hospital, colocado nos confins da Galáxia, para serviço de dezenas e dezenas de espécies inteligentes, cada uma com as suas necessidades de ambiência (atmosfera, pressão, gravidade, alimentação) e com hábitos e maneiras de pensar bem diferentes.
James White, o autor de Hospital no Espaço (nº214 da Colecção Argonauta), é também o autor de Médico Espacial, que, ainda que constituindo uma obra independente, se coloca na sequência daquela, retomando os respectivos personagens e expondo problemas ainda mais curiosos, ainda mais surpreendentes - e, no entanto, perfeita e maravilhosamente plausíveis. 

Sem comentários:

Publicar um comentário