nº 215 - Mundo Sem Tempo



Autor: Charles Eric Maine
Título original: The Random Factor
1ª Edição: 1971
Publicado na Colecção Argonauta em 1975
Capa: Lima de Freitas
Tradução: Maria Emília Moura 


Súmula - Foi apresentada no livro nº214 da Colecção, com a indicação de "Ler nas páginas seguintes a súmula do próximo volume da Colecção Argonauta":

Charles Eric Maine é um dos melhores autores britânicos de ficção-científica, e também um dos mais representados da Colecção Argonauta. As suas obras têm um cunho de extrema originalidade - mas também um fundo extremamente humano. Compreende-se, por isso, que, apesar de tudo quanto possa parecer estranho em Mundo Sem Tempo, Charles Eric Maine tenha construído nessa sua obra a mais apaixonante das suas histórias: a de John Carson, o investigador do Ministério da Defesa, encarregado de estudar o Yupe - um estranho artefacto de origem extraterrestre, já responsável pelo desaparecimento do seu colega Blake, e que depois desaparece por sua vez, juntamente com outro investigador, Mallory.
Então, Carson começa a notar alterações subtis em tudo quanto o cerca. Toma parte numa festa, em Chelsea, como ele nunca vira. E visita um clube nocturno submarino, no Tamisa, onde os clientes nadam sem roupas. Esse é apenas o começo de uma espantosa aventura, num mundo em que o tempo não existe e em que tudo pode acontecer. Um mundo em que Carson se pode tornar no próprio Criador! 

Nota: aí está outra das obras que mais li ao longo do tempo e que tenho sempre saudades de voltar a ler. É um livro absolutamente fantástico, que combina ficção científica ao mais alto nível com uma originalidade surpreendente, com uma surrealidade quase sobrenatural. Imaginem algo que faz lembrar um bocadinho de uma parte do 2001 do Kubrick com um bocadinho da trilogia negra (Lost Highway, Mulholand Drive e Inland Empire) do David Lynch... Um grande, grande livro! Uma das melhores obras da Colecção Argonauta, para mim!

Sem comentários:

Publicar um comentário