nº 233 - O Homem que Via o Futuro



Autor: Clifford D. Simak
Título original: So Bright the Vision
1ª Edição: 1968
Publicado na Colecção Argonauta em 1976
Capa: Manuel Dias
Tradução: Eurico da Fonseca

Súmula - Foi apresentada no livro nº232 da Colecção, com a indicação de "Ler nas páginas seguintes a súmula do próximo volume da Colecção Argonauta":

Clifford D. Simak não é apenas o autor maravilhoso de o Tempo dos Duendes, Estação de Trânsito, As Flores que Pensam e tantos outros clássicos de ficção-científica. É um extraordinário criador de novelas curtas - igualmente clássicas, talvez ainda mais representativas do seu génio, pela originalidade, pelo estilo e pelas interrogações que despertam.
É nessas novelas - talvez ainda mais que nas obras de volumes - que Simak surge como um dos maiores escritores americanos de todos os tempos e em qualquer tipo de literatura. Essa a razão por que no próximo volume da Colecção Argonauta se conterão, sob o título geral de O Homem Que Via o Futuro, quatro dos seus trabalhos mais significativos. Todos diferentes, todos fantásticos (no estilo e no tema), todos maravilhosos. 

Introdução:

Os verdadeiros amantes da ficção-científica consideram que os trabalhos mais belos do género não se encontram nas novelas mais ou menos longas, mas sim nas novelas curtas e nos contos. O valor de Clifford D. Simak como novelista está bem estabelecido. Ninguém ignora que ele é um dos maiores novelistas do género, e que nas suas obras se combina uma poesia estranha, mágica, com a dureza da máquina, a aridez da técnica, numa mistura cheia de beleza e de humanidade.
Desconhecida é, no entanto, a personalidade de Simak como cientista. E é ela que se pretende revelar com a publicação de O Homem Que Via o Futuro, versão portuguesa da colectânea So Bright the Vision. Nela se incluem quatro dos melhores contos de Simak - quatro verdadeiras obras-primas.

Nota: os contos apresentados são os seguintes (lamentavelmente a obra não possui índice):

1 - Os Besouros de Ouro
2 - L.E. PRA:
3 - A Mais Brilhante das Visões
4 - Tesouro Galáctico

Sem comentários:

Publicar um comentário