nº 52 - Atenção aos Robots


 

Autor: Jean Gaston Vandel
Título original: Alerte Aus Robots!
1ª Edição: 1952
Publicado na Colecção Argonauta em 1959
Capa: Lima de Freitas
Tradução: Mário Henrique Leiria

Súmula - foi apresentada no livro nº51 da Colecção, com a indicação de "Ler nas páginas seguintes a súmula do próximo volume da Colecção Argonauta:


No ano de 3750 a humanidade dominava completamente a máquina. O próprio governo mundial é assegurado por um cérebro electrónico gigante, o Center-World-Brain que, da sua fortaleza de Joe Island, no Pacífico, assegura as ligações com todos os governos nacionais e administrações locais, elas também formadas por cérebros electrónicos. Passeios e estradas rolantes conduzem o homem, casas automáticas acolhem-no e preparam-lhe refeições e bebidas, centros Moto-Clínicos tratam-no e curam-no. O homem nada mais tem a fazer do que controlar esse mecanismo total e gozar a sua própria vida de ser pensante.
Mas eis que inesperados acidentes começam a acontecer: Moto-clínicas descontroladas que matam por excesso de raios X; portas automáticas que esmagam quem passa por elas; passeios rolantes que, num aparente ataque de loucura, deslizam numa velocidade absurda, matando e ferindo milhares de seres humanos.
O doutor Sullen e os seus técnicos da Ordem Electrónica de que ele é o chefe supremo, não conseguem compreender os acidentes e ainda menos controlá-los. Os casos fatais tornam-se mais numerosos; as bebidas dos alimentors automáticos aparecem súbitamente envenenadas. Como resolver a situação?
Nic Vicar, jovem professor de ginástica, é então convidado a entrar nessa luta contra os cérebros electrónicos em revolta, ois de revolta se trata, sem qualquer espécie de dúvida.
Os robots lançam os seus ataques, cada vez mais violentos. As fábricas de alimentos sintéticos param. Quem ordenou essa paragem? E como combatê-los?
As desordens rebentam nas várias cidades do mundo. Os homens, aterrorizados com a revolta das máquinas, tentam destruí-las, mas são aniquilados aos milhares. As cidades têm de ser abandonadas e o frio e a fome começam iguamente a fazer as suas vítimas.
A humanidade está às portas de extinção, para dar lugar ao reino das máquinas perfeitas e superiores ao Homem.
Apenas Nic Vicar e o seu grupo de comandos resistem ainda, tentando evitar a catástrofe final. Mas, cada vez se vêem mais limitados na sua acção, cercados pelas máquinas e pelos robots quase humanos transformados em assassinos profissionais e perfeitos.
Irá assim a humanidade desaparecer do globo terrestre, deixando apenas como prova da sua existência a sua realização, a MÁQUINA, que a ultrapassou em raciocínio e inteligência?
É este um dos mais conhecidos romances do famoso escritor francês Jean-Gaston Vandel, onde, a par de uma lógica científica perfeita, se encontra o suspense intenso de um bom romance de ficção-científica.

Sem comentários:

Publicar um comentário