nº 369 - Frankenstein Libertado



Autor: Brian Aldiss
Título original: Frankenstein Unbound
1ª Edição: 1978
Publicado na Colecção Argonauta em 1988
Capa: A. Pedro
Tradução: Raul de Sousa Machado

Súmula - Foi apresentada no livro nº368 da Colecção, com a indicação de "Ler nas páginas seguintes a súmula do próximo volume da Colecção Argonauta":

Uma obra de Brian Aldiss é sempre um acontecimento, mas Frankenstein Unbound tem a particularidade de ter entre as suas personagens Lorde Byron e Percy e Mary Shelley. E importa notar que Aldiss partilha a sua fama como autor de ficção-científica com a de um dos maiores conhecedores da obra de Mary Shelley, a autora de Frankenstein.
Quando Joe Bodenland se vê súbita e inexplicavelmente transportado da preocupante América do ano 2020 à calma Suíça de 1816, julga ter encontrado a paz que ambicionava. Até conhecer Victor Frankenstein - e então vê-se perante um dilema. Na vivenda de Byron, no Lago de Genebra, o manuscrito de Mary Shelley sobre Frankenstein ainda vai em meio. Victor é, pois, um produto da imaginação. E Joe Bodenland, o que será?

2 comentários:

  1. E QUE DIRIA A MARY SHELLEY A PROPÓSITO DESTA OBRA?
    SE TIVESSE ESCRITO ESTE LIVRO FICARIA ENCANTADO.

    ResponderEliminar
  2. Em 1990, Roger Corman, o rei dos filmes de FC de baixo orçamento, realizou a versão cinematográfica deste clássico. Naturalmente, como é hábito em Hollywood, o enredo pouco tem a ver com o do livro

    http://www.imdb.com/title/tt0099612/

    ResponderEliminar